sexta-feira, 11 de maio de 2012

Farpas

"Sempre precisei de um pouco de atenção. Acho que não sei quem sou só sei do que não gosto”



É quando a gente se perde que tudo que sai pela boca passam a ser farpas. Farpas que fazem sangrar a alma cada vez que são pronunciadas.  Se só te lembras do que não gosta ou do que te incomoda pense bem, não estaria se submetendo ao um suicídio?

Pare de jogar as coisas boas pela janela e de abraçar tudo aquilo que só te consome. Você pode escolher dois rumos em sua vida aquele que te alegra e aquele que só te entristece. Seguir pela luz ou pela escuridão faz parte do livre arbítrio que nos é concedido.

A vida de todo mundo tem seus altos e baixos o que é diferente é que uns escolhem sair por cima e outros se deixam consumir por não ter animo para lutar. Você pode viver simplesmente por ter que viver ou pode viver como deseja viver, sem que fatores externos sejam os responsáveis pela sua felicidade.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Ponto feliz


Você pode escolher a forma com a qual irá encarar as situações: com um ponto final ou um ponto feliz. Seguir o segundo caminho trás a possibilidade de uma nova vida a cada instante instigando novas conquistas e fazendo o coração pulsar rumo a uma evolução pessoal.

Por mais difícil que cada impasse que te confronte parecer ser, tenha a ousadia de encarar a tempestade com um sorriso no rosto, assim você se permitir um novo amor, novos amigos, novos lugares e uma nova pessoa a cada dia. A cada tentativa do desanimo ou tristeza te abraçar estique seus braços e coloque um ponto feliz naquilo.

Nada é tão bom que não possa melhorar. Você não é tão feliz ao ponto de não poder ser mais feliz amanhã.

Até Breve!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Prazeres e desprazeres


Com a idade se perde os pequenos prazeres e se ganha grandes desprazeres. É triste dizer adeus as tão companheiras palavras semanais, quase que diárias. Poxa! Os olhos já não são os mesmos... estão estafados pobrezinhos. Sim, cansados! Mas não é de vocês prazeres, vocês são sempre bem vindos, mas é que os malefícios bebem da mesma água que você. O mesmo rio que refresca pode afogar. É como se fosse isso me entende?

Talvez quem sabe recorrer para o velho e conhecido papel. Não, eu não conseguiria! Infelizmente a velocidade da mente que me tonteia não consegue acompanhar a escrita manual, somente os ágeis dedos a digitar conseguem acompanhar uma mente tão hiperativa.

É um prazer muito grande ser criativa, mas ser atropelada por ela não é nada legal. Quando a dosagem vai além do que o corpo pode suportar o mundo gira. E muito! E daí eu digo: Ola desprazer olha você de novo roubando a cena.

O que prevalecerá aos trinta e poucos anos? Somente posso garantir a persistência em ser feliz! Seja como for: com estafas sem estafas gire o mundo ou não; prevalecerá o sorriso que me move!

Vira e mexe eu volto! Como eu sempre digo, Até Breve... as vezes longo demais.

Até Breve !

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Sono



Bate assim de uma vez de uma forma descomunal! Rouba minha consciência e me presenteia com a paz.  Estou tirando o atraso dos últimos anos poucos dormidos.
A vida tem deixado de ser noturna para diurna. A noite tem seus encantos é charmosa, mas o dia tem toda a sua intensidade e alegria. A vida noturna nos rouba parte do sono e o dia é generoso a tal ponto de nos permitir o sono em parte dele.
Mudanças de hábitos! A gente muda, constantemente! 

Até Breve!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Reflexão