segunda-feira, 26 de abril de 2010

Experiência de Quase Praia

(Bia, eu e Leo registrando a experiência de quase praia)
Hoje me senti naquela propaganda de carro: “Você QUAAAAAASE passou as férias no Rio de Janeiro” só que na versão “Você QUAAAAAASE foi à praia!”. A experiência de QUASE praia ocorre da seguinte forma: Você mora em pleno cerrado, a quilômetros do mar e então você resolve, “Vou para a praia”, mas então lembra, “sou quebrado”, o que fazer? Nhéééé seus problemas acabaram chegou a revolucionária personal praieitor artificial Tabajara.

Junta a galera no lema “Num tem tu vai tu mesmo” e vai para Caldas Novas para a praia do cerrado que na verdade nada mais é do que uma experiência de quase praia. E sabe que analisando bem tem lá suas vantagens:

1º Você leva onda na cara no mesmo jeito, porém ao cair se depara com um chão lisinho dos bons e não com um ralo formado pela areia. Ponto para praia postiça.

2º Você bebe água sem querer como de costume no mar, mas quem disse que vem aquele gosto salgado na boca? Que nada!! Além de não ser salgada te garanto que é bem mais limpa. 2 x 0 para a praia do cerrado.

3º A maresia fica por conta da sua imaginação, ou seja, o vento bate no cabelo você abstrai finge que é a maresia fica feliz e detalhe não estraga o cabelo! Que maravilha.

4º Gente o que falar na areia? É areia selecionada!! Parece que a bateram no liquidificador de tanto que é fininha e branquinha. E o tanto que é limpa, dá até gosto.

5º Tubarão? Despreocupe no máximo uma bóia descontrolada na testa!! Nada que arranque um braço ou perna. Relaxe.

6º Tem preguiça de entrar no mar gelado? Há nosso “mar” do cerrado é de água quente! Quer mais? Para você não enjoar e descansa um pouco as pernas a gente de vez enquando “desliga” o mar para você.

Sabe que essa experiência de Quaseeeeeeeee ir à praia é boa por demais!

Até Breve!

domingo, 25 de abril de 2010

Se Ninguém Irá Ouvir

video

Talvez ninguém te disse que existe força em suas lágrimas
E então você luta para não chorar
Mas e se você destrancar o portão que guarda seus segredos
Você acha que teria o bastante para você se afogar?

Se ninguém ouvir,
Se você decidir falar
Se ninguém fica depois que as bombas explodem
Se ninguém quer olhar para você
Pelo que você realmente é
Eu ainda estarei aqui
Eu ainda estarei aqui

Ninguém pode dizer onde você pode ir sozinho
Ninguém diz o que você encontrará lá
E Deus, eu sei que o medo come seus ossos
Gritando a cada passo "fique aqui"

Se você achar que seus punhos estão batendo em você mesmo
Se suas pernas desistiram do peso
Se você achar que você é definido por um mundo de cinza
Então você não terá que encarar sua própria raiva

Até Breve!

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Lá vem ela de novo!

"Talvez ninguém te disse que existe força em suas lágrimas
E então você luta para não chorar
Mas e se você destrancar o portão que guarda sua alma secreta?
Você acha que teria o bastante para você se afogar?"
(If No One Will Listen - Kelly Clarkson)
.
Geralmente os dizeres anteriores que coloco tem a intenção de se relacionar com o texto, mas este de hoje simplesmente é uma música que descobri no meu pc e que ouvia enquanto escrevia, ao ver a tradução apaixonei-me. Fica como forma de reflexão mesmo. Vamos ao texto propriamente dito....
.


Até onde eu posso chegar? Até o lugar mais alto que Ele me permitir. Subo degraus seguros muito bem alicerçados no amor de Deus. Cada vez que vejo ele agir meus olhos se enchem d’água. Difícil ser diferente disso talvez seja a forma do coração extravasar tanta alegria que o comprime.

A cada subida vejo horizontes ainda maiores, cresço a cada degrau o que só confirma que Ele sempre me reserva algo melhor. E o que se espera de mim? Meu amor, minha coerência, minha alegria, minha fidelidade. Haaa ser fie! Um dos maiores acertos que uma pessoa pode fazer.

É surreal Vê-lo agir, pensar que “Ele cuida de mim”! Estes meus textos podem parecer se repetirem, mas é que toda vez quero contar para todo mundo quão grande é o amor de Deus! E como a vida se alegra quando somos tocados por Ele. Deixa-O agir! Ele sempre sabe o que faz.

Fui invadida por aquela alegria imperativa conhecidas por alguns, sabe quando faço vozes, danço, dou trelas e trelas, garganhadas e garganhadas e fico tipo um pilha? Pois é! Pensa!

Até Breve!

A Casa da Gente!

"Eu sinto que sumi, olho por aí
Onde está meu pensamento?
Longe ou aqui?
Distante de mim?
Quero apenas um momento
Eu me perdi num abismo infinito
Mas parece que alguém está aqui
Indicando a direção
Me pondo na rota certa
E se encontrar o meu lugar
Nessa imensidão de nada, nada"
(Sobre Marés e Angra - Rosa de Saron)



Não sei se já sentiu a sensação de que suas forças foram sugadas. Foi como me senti hoje ao fim do dia. Parecia até que tinha capinado um lote o dia todo!! Hauhahauua Tanto mal estar no corpo só me fazia pensar: “Casa, casa, casa e casa”.

É difícil me ver sentindo dor ou passando mal nem sei como lidar com isso. Mas hoje fui surpreendida por uma tensão nos músculos e dor de cabeça!! Como isso é chato! Nem lembrava mais como era a tal da dor de cabeça tão companheira da minha irmã, mas algo nada íntimo para mim.

Estranho sentir que algo, que não se sabe o que, tenta tirar seu animo. Muito estranho! O fato é que estar em casa dar um abraço na minha mãe renova minhas forças. Ainda não estou 100%, mas nada que a paz da minha casa me reabilite. Nada que PAPAI resolva.

Amo a energia boa que estar na minha casinha me proporciona. Ai ai ai a casa da gente! Amo!!

Até Breve!

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Meu Isaque

“Qual é o teu segredo
Do que você tem medo?
Não sou nenhum brinquedo que pode se quebrar
Me de algum motivo para não estar contigo”
(Me Odeie – Reação em Cadeia)

Chris Obrigada por me relembrar Reação em Cadeia


Na imensidão de músicas que tenho em meu HD vivo me deparando com músicas das quais nem tinha noção da existência. Mas sabe que parecem que elas estão lá guardadas para serem ouvidas no momento certo.

Hoje deparei com “Meu Isaque”. É algo que venho pensando: e meu Isaque? Lembrei do Jessé e da promessa de que estaria orando para que eu o encontrasse. Gracinha como é bom ter amigos orando pela gente. Deu saudades de conversar com ele. Sempre tão gentil e com palavras de carinho.

Bem enquanto isso a Rebeca espera seu Isaque ... pacientemente!!! Mas sei não; acho que ele está vindo de Jegue!! E tenho uma leve impressão de que empacou. Pobre Rebeca! Paciência!

Até Breve!

domingo, 18 de abril de 2010

A “Gunia”

(Esta menininha já esteve neste blog em um texto não muito distante)

Toda vez é assim! A “gunia” chega e a “desinquietude” começa. Pezinhos abanando, do computador para a TV, da TV para computador, da vontade de comer alguma coisa bem gostosa, mas sabe se lá o que! “É de doce ou é de sal menina?” Sei lá se eu soubesse providenciava.

Da vontade de sair pra num sei aonde também. Dá vontade de ouvir todas as músicas e ai eu penso vou dormir!! Mas como? Estou uma pilha só, ligada no 220 W com os olhos secos e super ligados. Há momentos em que tenho a certeza de que sou imperativa!

Ta então eu escuto as músicas dos Engenheiros e importuno a Chris no orkut. A gente até podia falar no msn, mas não porque cargas d’água ela num entra. Aliás, digamos que sei... ela tem prova amanhã né!? (Sério em pleno Domingo tadinha) Na verdade eu não deveria estar lotando sua página de recadinhos, mas ela foi dar a bobeira de perguntar: “Ta ae?” Ae pronto! Já viu né disparo a escrever.

A vontade que eu tinha mesmo era de colocar o som que sussurra baixinho, as vozes do Humberto Gessinger e do Paulo Ricardo, no último volume e cantar e dançar: ♪ “abordar navios mercantis invadir trilhar roubar o que é nosso pirataria nas ondas do rádio havia alguma coisa errada com o rei...Toquem o meu coração, façam a revolução!!” ♪. É mas acho que os vizinhos e meus pais não aprovariam.

Haaaa então deixa rolar a discografia...

♪ “Um calor do cão um frio de rachar tudo aqui parece estar fora do lugar uma sensação difícil de explicar tudo aqui parece estar fora do lugar...” ♪

♪ ”Entre o rosto e o retrato o real e o abstrato entre a loucura e a lucidez entre o uniforme e a nudez, entre o fim do mundo e fim do mês entre a verdade e o rock Inglês entre os outros e vocês eu me sinto um estrangeiro passageiro de algum trem que não passa por aqui e que não passa de ilusão...” ♪

♪ “Hei mãe comprei uma guitarra elétrica durante muito tempo foi tudo o que eu queria ter, mas hei mãe alguma coisa ficou pra trás antigamente eu sabia exatamente o que fazer, mas hei mãe tem uns amigos tocando comigo eles são legais além do mais não quero nem saber, pois lá fora agora todo mundo é uma ilha a milhas e milhas de qualquer lugar” ♪.

♪ "... Esquerda e direta, direitos e deveres, os três porquinhos os três poderes, acensão e queda são dois lados da mesma moeda..." ♪.

Ainnnn queria ter ido ao Tributo aos Engenheiros, mas não deu... Que pena!

Acho que estou lembrando de uma coisa que explique estes meus textos desconexos: a TPM! Acho que explica também tamanha “gunia”. Hormônios!!

Direto do meu kut:

Vou ler um livro!
Até Breve!

sábado, 17 de abril de 2010

Rizoma na Enchente, de verdade. RJ, Abril/2010.

Texto e vídeo de autoria do Rizoma. Relato da enchente do Rio de Janeiro sobre outra perspectiva.

Acesso em : http://canalrizoma.blogspot.com/

video

Madrugada do dia 06 de Abril de 2010.

- 10 horas de trânsito
- Mais de 200 mortos
- 5° enchente mais fatal do mundo


Foi uma das situações mais impressionantes que já passamos. Nada tão radical, tão estranho e chocante. Tínhamos a idéia de navegar com nosso bote pela cidade, no meio da enchente, para saber na REALIDADE como era estar em primeira pessoa numa enchente dessas. Mas o que era pra ser uma mera intervenção, se transformou num caos.

Descobrimos que, por flutuarmos com um bote, estávamos em terra de cegos! Logo, muita revolta e aplausos soaram quando estávamos filmando. A população quis se manifestar e recolhemos os depoimentos mais intensos possíveis. Tudo corria num ritmo estranho até chegarmos a Praça da Bandeira(meca do alagamento), de cara sofremos censura de um policial militar que nos chamou de "palhaços", não que não sejamos, mas ele quis, aos berros, nos fazer parar de filmar. Conseguiu nos assustar por pouco tempo, e mais alguns metros a frente encontramos mais de 7 pessoas em situações críticas, principalmente dois idosos em estado lamentável. Foi assim, que largamos a câmera, o show, a intenvenção, o idealismo, para começar a resgatar essas pessoas. Foda-se esse lance de herói. Tem horas que você faz coisas por reflexo e não por que se acha capaz.

Desde já queremos dizer que NEM TUDO que é dito pelas pessoas aqui reflete o pensamento do Rizoma, e talvez nem o pensamento de quem falou. Porque a questão aqui não é refletir pensamentos e sim emoções, de quem estava no meio de uma situação extrema e fatal, para muitos. Vocês vão ver muitos palavrões e ofensas, mas certamente isso não é nada perto de mais de 100 pessoas mortas, se isso representa um manifesto humano. Primeiramente íamos colocar a famosa censura ao palavreado chulo, mas seria hipócrita em uma situação como essa, todo mundo sabe o que se diz, mas quer esconder e esse "documentarismo-radical" não vem pra esconder e sim pra revelar. Tragédia, emoção e limite emocional. Tínhamos entusiasmo, um bote e uma corda.

Rizoma

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Esconderijo

"Dundarundê aunde iê.... Dundarundê aunde iê"

video

A Busca

“Tu és o amor que todos procuram
Tu és o amor que alguns encontram
Tu és o amor que tomou conta do meu coração”
(Tu és – André Valadão)



De cara pude perceber que o brilho dos olhos estava apagado! Tudo o que mais queria era simplesmente lhe arrancar um sorriso, um apenas que fosse. Talvez eu nunca conseguisse explica o que significava a “Grande Tristeza“. Então um pedido veio do coração e sugeriu: compre o livro. Bem acho que os melhores presentes talvez sejam aqueles dados fora de datas comemorativas. E quando são dados com um propósito de carinho acho que se tornam ainda mais especiais.

Mais tarde pude perceber que Ele já agia por outras pessoas. O Seu recado é muito simples: Há momentos em que as pessoas se sentem vazias e não há família, amigos, namorado ou trabalho que preencha este espaço. É simples, não há nada que substitua Deus.

Sempre digo que a confiança que Ele me garante é o que me torna a pessoa mais feliz deste mundo. Haaa sim talvez pareça exagero, mas como não ser feliz tendo a certeza de que sempre se estará no caminho certo?

Meu relacionamento com Deus me ensinou a ser uma pessoa menos egoísta não fico ali remoendo meus “problemas” porque sei que disso ele cuida. Às vezes as pessoas se fecham tanto em seu infinito particular que entram em um ciclo vicioso onde acabam muitas vezes colocando em xeque o amor de Deus.

Bem meu exercício é simples, coloco minha vida nas mãos Deles para que me use e faça de mim instrumento de sua obra. Quanto aos meus pensamentos dedico-o a ouvir pessoas e não o ocupo comigo mesma. E é neste exercício de ouvir que sempre vejo o quanto a fé é fundamental para que os caminhos de minha vida sempre sigam para o lugar certo.

Muito do que escuto são buscas que se resolveriam pelo amor de Deus. Um amor que cuida, confia, direciona, da força, acalma, da alegria; um amor incondicional. E saber que se é amada tão incondicionalmente torna tudo tão simples.

Talvez por isso nunca tenha sentido esse tal vazio. Estou cheia do amor de Deus! E quero que outras pessoas que amo também se encham dele. Porque é um amor que cura e cuida. Fico muito feliz de saber que sempre sou usada para levar isso a elas.

Pude notar ao fim olhos mais brilhantes... Pude sentir a presença de Deus!

Até Breve!

sábado, 10 de abril de 2010

Saga do artigo

Para aqueles que acompanhavam a saga do meu artigo boas novas! Nota máxima e potencial para ser um excelente artigo! “Nossa você escreve muito bem!” Haaaaaa moleque Deus existe, me ama, me ampara e cuida de mim! Bola pra frente pra concluir mais este desafio. E pelo jeito concluir muito bem! Adorooooo!

Até Breve!

Uma vida em uma mesa!

Música do vídeo: Paramore - The Only Exception

(Apresentada pelo meu Xuxu, é linda Deh)

video

Sempre me questionam o porquê de tamanha felicidade constante. Como pode tanto sorriso no rosto? Nunca soube ao certo explicar. Cheguei até pensar que fosse meu excesso de otimismo. Mas uma mesa ontem me fez entender que essa felicidade não vem de mim. São as pessoas que me fazem assim.

Ali estava representado um pouquinho de mim em diferentes momentos da minha vida e percebi que meu sorriso de cada dia só existe porque Deus me deu de presente cada uma daquelas pessoas. Aquelas que representaram outras que por um motivo ou outro não puderam estar ali.

O sorriso de todos os dias só faz sentido porque tenho amigos e uma família maravilhosa que o mantém lá. Foi quando mais me afastei e me privei de tanto carinho que ele se apagou.

A mesa de ontem me fez lembrar porque sorri na minha infância, porque sorri no meu segundo grau, porque sorri na faculdade, porque sorri no trabalho, porque sorri no computador, porque sorri no ônibus, porque sorri no shopping, porque sorri sozinha... Fez-me perceber que meu sorriso é só uma questão resposta a tanto amor, carinho e atenção que recebo deles.

O sorriso que se estampa no meu rosto não é meu é deles para mim. Passei a noite toda recebendo presentes, as minhas pessoinhas conseguiram que meu sorriso ficasse estampado o tempo todo. Ganhei um pouco mais de vida.

Eureka! Está aí a resposta!

Até Breve!

terça-feira, 6 de abril de 2010

O telefone toca e...



Trim, trim trim (bem era para isso ilustrar um telefone tocando)... então você atende e do outro lado da linha é alguém que você nunca esperava. Como é bom receber telefonemas especiais. Tem muitas pessoas em nossas vidas que gostamos demais, mas que não estamos acostumados a receber uma ligação delas.

Hoje meu celular tocou e do outro lado da linha estava uma pessoa que amo de mais e que tenho um carinho muito grande. Ele disse que só queria saber como eu estava e que queria ouvir o meu sorriso. Finalizou dizendo que faço muita falta. Poxa! Meu coração se encheu de alegria.

"Não sei se a vida é curta ou longa demais para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas". Estes versos da Cora Coralina nunca falaram tanto comigo. É muito bom saber que não só passamos na vida das pessoas, mas que deixamos um pouco de nós e que o que ficou deixa saudades.

Quero que meu telefone toque mais vezes! Quem será?

Até Breve!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Seu Amor Nunca Falha

video



Nada pode separar
Mesmo que eu fuja
Seu amor nunca falha
Sei que ainda cometo erros
Mas suas misericordias se renovam a cada dia
Seu amor nunca falha


Tu és o mesmo de ontem
Seu amor nunca muda
A dor pode durar uma noite
Mas a alegria vem pela manhã
E quando o mar se enfurecer
Eu não tenho que ter medo
Porque eu sei que Tu me amas
Seu amor nunca falha


O vento é forte e as águas são profundas
Mas não estou sozinho nesse mar aberto
Porque seu amor nunca falha
A fenda era muito grande
Nunca pensei que chegaria do outro lado
Mas seu amor nunca falha

Tu fazes todas as coisas trabalharem a meu favor



(Jesus Culture - Your Love Never Falis)



Até Breve!