terça-feira, 30 de junho de 2009

Piadas de última hora

Para descontrair um pouco...






Fonte: Site do Casseta e Planeta
Até Breve!!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Diga Adeus!

“Veja você que surpresa que coisa incrível
Descobri que sou feliz
Veja você quem diria que ironia
Sem você eu sou feliz”
(Outono em Porto Alegre – Engenheiros do Hawaii)





Regra básica para viver bem: Permita-se apenas aquilo capaz de te fazer extremamente feliz. Se a situação esta mais ou menos, esta errado, risque isso da sua vida. Se você está em dúvida, esta errado, quer dizer que falta alguma coisa. Não tente muitas vezes, apenas tente não teime.

Não existe uma fórmula mágica para enfrentar e resolver as situações de nossa vida então tenha sempre como prioridade a alegria de viver. Se seu viver não tem alegria, se esta com ele(a) e está sozinha (o), se só tem cumprido obrigações, vive de mau humor e medi palavras para conversar; diga adeus!

“Se esta chegando o fim da linha ta na hora de saltar (...) Diga adeus ou não diga nada. (...) Não vá perder a hora certa com a pessoa errada”.¹

Sempre há tempo de encher o coração de uma alegria que parece fazer explodir o peito. Não se prive disso. Busque situações que te façam ir além ao invés de te fecharem em um mundo que te limita. Acabei de falar estas coisas para uma pessoa muito querida e espero que seja útil para mais alguém.

Até Breve!

¹Nuvem – Engenheiros do Hawai

domingo, 28 de junho de 2009

Intuição

“E a vida? E a vida o que é?
Diga lá meu irmão!
Ela é a batida de um coração”
(O que é o que é – Zé Ramalho).


Intuição: Ato ou capacidade de pressentir. A intuição parece ser uma voz que sai do nosso coração nos dizendo o que é certo, o que é errado ou nos avisando o que está por acontecer.

Para mim é muito claro! Só existe alguém capaz de conversar com a gente e nos dizer o que é o melhor a ser feito, Deus. Ele fala com a gente o tempo todo e muitas vezes nem percebemos. As pessoas geralmente têm dúvidas de como agir em uma determinada situação porque não escutam ou não procuram a Deus.

Acredite no projeto que Ele tem para você e escute a voz que vem do coração. A intuição é voz Dele. A nós foi dada a vida e ela nada mais é do que a batida de um coração! Faça das suas batidas as melhores possíveis!

Até Breve!

terça-feira, 23 de junho de 2009

Estrada

Você não sabe o quanto eu caminhei
Pra chegar até aqui
Percorri milhas e milhas
Antes de dormir, eu não cochilei
Os mais belos montes escalei
Nas noites escuras de frio
Chorei

(...)

A vida ensina e o tempo traz o tom
Pra nascer uma canção
Com a fé do dia-a-dia encontrar solução

(...)

Meu caminho
Só meu Pai pode mudar

(Estrada - Cidade Negra)

domingo, 21 de junho de 2009

São João


É festa de São João:

Fazemos bandeiras de papel
Acendemos fogueiras de mentira
Montamos barraquinhas
Seguimos o caminho roça

Tomamos quentão
Comemos pamonha
Pescamos peixes de mentira
Perdemos nossos dentes

Somos preso de mentira
Mandamos correio elegante
Andamos de cavalinho

Homem usa bigode, mulher usa trança.
Homem usa xadrez e mulher vestido de flor
E se preciso for homem vira mulher e mulher vira homem (na quadrilha improvisada)

Fazemos obras públicas em prazo recorde:
“A ponte quebrou! Já concertou”
Viramos mentirosos:
“Olha onça! É mentira”.
Corremos do Pai da noiva
“Olha o pai da noiva”
E mentimos de novo
“É mentira”

Viva São João!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Embromation

"Posso não ser pop-star
Mas já sou um noveau-riche..."
(Samba do approach - Zeca Baleiro)


I Have a mania de speak English and Português ao mesmo time. Começou with frases simples as: My hair is bucha, I’m cansada, eu to com hunger. This na verdade já virou mania mine. E I acabo assassinando tanto o English quanto o Portuguese.
.
I am preocupada with this. Because antes eu só talk com my friends e now esta saindo whole time. Hoje, I was no serviço e fui pedir a Wania para make a call for mim. Então virei para she e said: Wania, I nedd que você faça um telefonema.
.
Hilário!! Ela e me olhou e disse: Hã? kkkkkkkkk Eu já cai na laugh e me expliquei.
.
My cabeça have cada coisa que I don’t understand. Quem vê pensa: ela é Crazy! E às vezes até eu find it. Well, se eu sou crazy ou não é o que menos importa. Eu swear que vou controlar todo esse embromation antes que de um nó em minha head.


See you soon!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Eu e a felicidade

“E afinal de onde vem?
Será que tem mais também?”
(Skank – Eu e a Felicidade)




Domingo (14/06) às 17:06

Avistamos-nos ao longe, largos sorrisos se abriram, um abraço apertado. Ela com aquela voz de espanto diz:
-Nossa! Que pele boa é essa? Você ta linda! Como está diferente!

Segunda-Feira (15/06) às 12:10

Avistamos-nos ao longe, largos sorrisos se abriram, um abraço apertado. Ela com aquela voz de saudade diz:
-Nossa! Você ta linda! Você ta muito feliz não esta? Está diferente!

Segunda-Feira (15/06) às 19:34

O telefone toca, alô, um convite maravilhoso, conversa vai conversa vem:
-Há tempo não via esse brilho em você.

Três situações distintas com pessoas que não via há alguns dias e comentários tão parecidos. Estava brincando com a Cris, na net, que devo estar com cara de boba, só pode! Acho que a felicidade deve ter grudado no meu rosto.

Já havia percebido mudanças só não sabia que estavam tão evidentes ao ponto de bastar olhar nos meus olhos, confesso que fiquei impressionada. “Basta olhar no fundo dos meus olhos para ver que já não sou como era antes...Sinceramente ainda acredito em um destino forte e implacável, tudo que nós temos pra viver é muito mais do que sonhamos”¹

Parece coisa da Aura mesmo. Algo que não se explica apenas pelo sorriso, afinal ele sempre esteve presente comigo, nem pelo humor, pois ele sempre me acompanhou. Com certeza trata-se de algo que transcende tudo isso. Uma manifestação energética que vem de dentro do coração. Acho que é um indicativo de que minha saúde cardíaca está em ótimas condições. kkkkk

Ai, ai, ai eu e a felicidade! Tão íntimas! Ela me fez um convite: “Vem andar comigo”¹ e eu aceitei. Como sempre!


¹Vem andar comigo – Jota Quest



domingo, 14 de junho de 2009

Burguesinha

"Final de semana na casa de praia
Só gastando grana na maior gandaia"
(Burguesinha - Seu Jorge)

video

Meu sonho é ser a burguesinha do Seu Jorge. Pra ir ao cabeleireiro, esteticista, malhar o dia inteiro e ter vida de artista sacando dinheiro, saindo com um motorista em um carro sport pra ir zoar na pista.

Esse fim de semana eu estava me sentindo a dita cuja. Muitas compras, sacolas, laços, golas e sapatos. Tava uma comédia. Ta certo que grande parte das coisas nem eram minhas, mas eu não perdi a oportunidade pra me divertir e fazer piada da situação.

Na verdade num sei o que ta acontecendo nunca fui muito vaidosa! Sempre brinquei que era para eu nascer homim e veio uma mocinha. Sempre tive uma preguiça dessas coisas de mulher. Mas hoje percebi que alguma coisa esta mudando.

Eu e a Flávia estávamos no shopping e fui mostrando as roupas que me agradavam. Então ela virou para mim: “Uai Grazi seus gostos estão mudando!”. kkkkkk Bem, analisando o resultado das compras que fiz no sábado, com minha irmã, percebi que realmente meu guarda roupa está mais fashion.

Quantas golas diferentes entraram na minha vida neste fim de semana. Realmente estou em um momento de metamorfose. Os esmaltes extravagantes estão sendo trocados por cores mais sóbrias. Vamos ver se isso vai dar numa burguesinha, se bem que para isso eu precisaria de uma metamorfose na minha conta bancária também. kkkkkk.

Brincadeiras a parte acho que isso reflete muito mais do que uma mudança de estilo revela um momento em minha vida em que se requisita mais a Grazielle do que a Zi. Quanto ao futuro, se eu serei uma burguesinha, hippie, madame, descolada, pirua ou esportista não posso dizer, afinal estou em constantes mudanças. O que sei é que serei sempre aquilo que me faz feliz.


Até Breve!

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Livre


Livre para sair
Livre para Deus
Livre para amar
Livre para viajar
Livre para ajudar
Livre para pensar
Livre para rir alto
Livre para dormir
Livre para abraçar
Livre para estudar
Livre para corujar
Livre para fazer vozes
Livre para ficar nervosa
Livre para ser desastrada
Livre para ter crises de riso
Livre para fazer brincadeiras
Livre para falar o que estiver com vontade

Livre -se já!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Tagarela

“Eu só queria uma chance pra falar
Pra quebrar o silêncio”
(NxZero – Silêncio)


Estou vivendo uma experiência interessante. Imagine: Eu trabalhando sozinha no terceiro andar em uma sala em que você vai encontrar apenas eu e meu computador. Ninguém ao lado pra eu cutucar, fazer uma piadinha, conversar, rir, beijar, cheirar ou abraçar.

Aproveitei o momento pra ouvir meu silêncio. Não consegui. Cheguei a conclusão de que até meu silêncio é tagarela. Não adianta se não tem ninguém para conversar eu converso comigo mesma. De repente me pego: “Vou fazer isso, implantar aquilo, vou criar um negócio....bla bla bla”. E se nem eu quero conversar comigo mesma minha cabeça da um jeito e então me pego: “♪ Eu morreria por você, na guerra ou na paz, eu morreria por você, sem saber do que sou capaz, pa pa pa pa ...mudanças no meu comportamento distância louca de mim mesma... ♪”. Hei! Canto o tempo todo tem base?

Não adianta nasci para me comunicar mesmo! Ou seria melhor dizer tagarelar? Nem que seja comigo mesma ... kkkkk. Sabe que estou me achando uma ótima companhia, porém ainda acho que tudo por ser mais divertido se tiver alguém por perto. Amo o calor humano...hehehe

Mas enquanto aquela sala enorme é toda minha vou me virando conversando comigo mesma, com minha mão, com a porta, com o computador ou com quem der sopa e entra na minha sala.


Até Breve!

Amor...



A palavra "Amor" cravada na pedra.

Falta saber se quem a escreveu o encontrou...

Falta saber se quem a leu o encontrou...

Falta saber se alguem o encontrou...

Eu encontrei e tu?...
.


domingo, 7 de junho de 2009

Porque Ele chora?

...Enxuga você estas lágrimas...

"Não desista não pare de crer
Os sonhos de Deus jamais vão morrer
Não desista não pare de lutar não pare de adorar
Levanta teus olhos e vê
Deus está restaurando os teu sonhos e a tua visão"

Os sonhos de Deus (Ludmila Ferber)

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Fuga das palavras

.

- Mãe, cadê aquele ...(minuto de silêncio e estralinhos nos dedos)... negócio?
- Que negócio menina?
- Aquele troço sabe?
- Hã?
- Aquela coisa... (minuto de silêncio e estralinhos nos dedos)... o trem que vem numa caixinha e a gente puxa corta e passa nos dentes (mímicas imitando uma pessoa limpando os dentes).
- Fio Dental?
- Isso mesmo, Fio dental.

Isto não é uma piada. Isto sou eu. E não roubei de ninguém eu herdei. As palavras também costumam fugir do meu pai. Só que a diferença é que quando ele não lembra acaba falando qualquer coisa tipo assim:

- Filha pega o ... o ...o ... chinelo ai pra mim.
- Aqui.
- Não! Eu quero o ... o ... o chinelo pra mim tomar.
- O chinelo?!!
- É isso ai...
- O café?
- É o chinelo que eu falo é o café.

A grande diferença é que eu fico lá explicando do que se trata e isto vem acompanhado de mímicas. Meu pai por sua vez encurta todo esse processo e fala logo qualquer coisa que vem na cabeça. Ultimamente ele arranjou um novo artifício para chamar coisas pequenas, acabou criando um neologismo. Se for pequeno e tiver vida ele chama logo de Jerry, e o mais incrível é que tem flexões de gênero e grau. Jerra, Jerrinho também surgem dependendo do contexto.

Eu também tenho mania de inventar umas palavras e o pior é que eu começo a falar como se todo mundo soubesse do que se trata. Realmente isso é genético.

Tudo isso é culpa das danadinhas das palavras que temem em fugir da gente. Vou treinar habilidades com laço e quero ver elas me escaparem. Sabe, acho que estas sapequinhas fogem só pra gente passar por essas situações deprimentes.

Quando eu assisti ao vídeo aqui postado quase morri de rir! Vi-me na hora!! Hilário.

video



“Inte” Breve!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Parzim de Jarra



Quase sempre tão iguais, mas tão diferentes. Grudadas e tão semelhantes logo rendeu o comentário: “Olha lá os Parzim de Jarra” isso a cerca de uns três anos atrás. Acho que nunca fomos tão Parzim de Jarra como nos últimos tempos, estamos vivendo situações tão semelhantes. E isto rende conversas engraçadas.

Eu dou a solução pra ela e ela dá a solução pra mim. Ei, mas espera ai! Se as situações são semelhantes quer dizer que nós mesmas temos a resposta para nossas dúvidas. kkkkk. Mas você acha que vamos abrir mão de uma boa conversa com nosso parzim? Jamais!

“Amiga, sabe o que é....” e outra “entendo, entendo”. Tudo isso seguido de muito bom humor. Acho que a endorfina age quando conversamos, podemos até não resolver a questão, mas com certeza desligamos o telefone melhor.

Quase sempre longe, mas tão perto. Ela sempre vai estar lá, eu sei! Não importa quantos segundos passem, quantos minutos passem, quantas horas passem, quantos dias passem, quantos meses passem, quantos anos passem, quantas vidas passem.... Uma vez Parzim de Jarra para sempre Parzim de Jarra. Essa pessoa desorientada foi um presentão de Deus para mim. Amu!

Até Breve!!